Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Martín Guzmán, ministro da Economia da Argentina, anuncia demissão

Ministro da Economia da Argentina, Martin Guzman Imagem: Mariana Greif

Do UOL, em São Paulo

02/07/2022 19h29

O ministro da Economia, Martín Guzmán, anunciou hoje o pedido de demissão do cargo em carta endereçada ao presidente argentino, Alberto Fernández. Guzmán, no entanto, não explicou o motivo de sua saída.

"Com a profunda convicção e confiança em minha visão do caminho que a Argentina deve seguir, continuarei trabalhando e agindo por uma Pátria mais justa, livre e soberana", escreveu ele, nas redes sociais.

Na mensagem, Guzmán anexou a carta com sete páginas enviada a Fernández na qual "agradece a confiança e defende sua gestão no governo".

Quero agradecer profundamente a confiança em mim e na equipe que formamos no Ministério para estes mais de 30 meses de trabalho, marcados por um cenário absolutamente único. Quando nosso governo assumiu, a Argentina mergulhou em uma profunda crise econômica, social e da dívida, e a isso se somou primeiro uma pandemia global e depois a atual guerra na Ucrânia, que perturbaram profundamente o funcionamento do sistema econômico internacional. Trecho do comunicado

Segundo informou o jornal "La Nación", a decisão provocou surpresa e decepção no círculo íntimo do Presidente. O ministro já havia pedido ao chefe de Estado mais controle sobre o conselho decisório nesta semana. E, depois, informou-o de que deixaria o cargo, como de fato ocorrera.

Guzmán anunciou a sua demissão, nas redes sociais, no momento em que Cristina Kirchner discursava em um evento partidário com novas críticas ao rumo econômico e e especificamente ao ministro.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Martín Guzmán, ministro da Economia da Argentina, anuncia demissão - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Internacional