Semana da Mulher

Diretorias das grandes empresas têm mais homens chamados John do que mulheres

Justin Wolfers

Menos grandes empresas são dirigidas por mulheres do que por homens chamados John, o que indica claramente que o teto de vidro [ou a barreira da discriminação não declarada] continua firmemente instalado no mundo corporativo dos Estados Unidos.

Entre os altos executivos das firmas do S&P 1500, existem quatro homens chamados John, Robert, William ou James para cada mulher. Estamos chamando essa proporção de Índice do Teto de Vidro, e um valor acima de 1 significa que os homens chamados Jim, Bob, Jack e Bill – juntos – superam em número o total de mulheres, com todos os primeiros nomes, de Abby a Zara. Assim, as diretoras executivas de grandes empresas têm um índice de 4,0.

Nosso Índice Teto de Vidro é inspirado por um relatório recente da Ernst & Young, que computou números análogos para as diretoras empresariais. O relatório gerou uma nota 1,03 para as diretoras, o que significa que, para cada mulher, há 1,03 homens chamados James, Robert, John e William – no total – atuando nos conselhos das companhias S&P 1500.

Embora essa proporção fique bem atrás daquela dos diretoras executivos, continua sendo surpreendentemente alta. Ela também esconde o tamanho da desigualdade. Afinal, a maioria das companhias entendem que pega mal uma diretoria composta só por homens, e assim a maioria delas nomeia pelo menos uma mulher, embora apenas uma minoria se preocupe em nomear mais de uma. Um número bem menor de grandes companhias – atualmente uma em cada 25 – é dirigida por uma mulher que atua como diretora executiva.

Também podemos usar nosso índice para comparar a permeabilidade do teto de vidro na vida corporativa à existente no mundo da política. Os Estados Unidos, que nunca tiveram uma presidente mulher, tiveram seis chamados James, quatro chamados John e quatro chamados William. Assim, mesmo que Hillary Clinton fosse eleita, o Índice do Teto de Vidro seria 15.

Olhando para o Congresso, há uma divisão partidária no Índice do Teto de Vidro. Do lado republicano do Senado, há tantos homens chamados John quanto mulheres. Acrescente os senadores chamados Robert, James e William, e eles superam suas colegas em uma proporção de 2,17 para 1. O índice na Câmara é um pouco menos desequilibrado, mas ainda assim existem 1,36 homens chamados Jim, Bob, Jack ou Bill para cada mulher.

Em contraste, do lado democrata, as mulheres superam os homens em número no caso desses nomes específicos por uma margem ampla, e nas minhas contas o índice do Teto de Vidro sugere uma proporção de 0,3 para 1 tanto na Câmara quanto no Senado. Da mesma forma, dentro do executivo, o presidente Barack Obama nomeou o secretário (John) Kerry e (Robert) McDonald, mas eles continuam em menor número em relação às seis mulheres, gerando um índice de 0,33. (O secretário de Tesouro Jack Lew chama-se Jacob, não John, e portanto não é relevante para este índice.)

Mesmo o índice para políticos democratas e membros do gabinete continua sendo duas vezes mais alto do que o índice para a população como um todo. Em 1990 – o último ano para o qual o Escritório do Censo publicou dados sobre primeiros nomes –, os homens chamados James representavam 1,6% da população, os John eram outros 1,6%, e os Robert e William respondiam por outros 1,5% e 1,2%. O outro lado da nossa proporção é a quantidade de mulheres, que eram 51,2% da população. Colocando esses números juntos, a proporção de homens chamados Jim, Bob, Jack e Bill para cada mulher é de 0,12 para 1.

Outras instituições estão claramente em transição. Por exemplo, o juiz John Roberts é o único John no Supremo Tribunal, e ele é superado em número por três mulheres, que têm um índice de 0,33. Mas este é um tribunal mais equilibrado historicamente e, antes que a juíza Elena Kagan assumisse no lugar do juiz John Paul Stevens, havia tantos juízes chamados John quanto o número de mulheres.

Encorajado por essa nova abordagem para quantificar o teto de vidro, tive vontade de também acompanhar o progresso dentro do meu próprio campo, que é a economia acadêmica. Fiz uma contagem rápida de professores titulares nos "seis principais" departamentos de economia – que normalmente incluem Chicago, Harvard, MIT, Princeton, Stanford e Yale – e descobri 1,12 professor chamado James, Robert, John ou William para cada professora de economia, sugerindo que ainda estamos a uma distância considerável da paridade de gênero. De fato, este é um contexto em que o índice provavelmente esconde o problema, uma vez que os membros da faculdade são um grupo internacionalmente diverso e o índice não é afetado pelos Jaimes, Robertos, Juans ou Willems.

O Índice do Teto de Vidro é uma forma divertida porém imperfeita de medir a permeabilidade do teto de vidro. (Especialmente porque em poucas décadas, os Jacob, Tyler e Zachary da geração do milênio superarão em número os Bill e Bob do baby boom.) Mas ele aponta para uma verdade importante: de que em muitas áreas importantes de tomada de decisão na vida dos EUA, o número de mulheres continua bem menor do que o de homens.

Tradução: Eloise De Vylder 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos