Incêndio já destruiu 600 hectares no Parque Nacional da Serra da Bocaina

José Maria Tomazela

Em Sorocaba

  • Estadão Conteúdo

Um incêndio iniciado na terça-feira (19) já destruiu cerca de 600 hectares de campos e matas no Parque Nacional da Serra da Bocaina, entre os municípios de São José do Barreiro e Bananal, na divisa entre São Paulo e Rio de Janeiro. A área total atingida pelas chamas chega a 1.400 hectares, pois campos e matas fora do parque também foram devastadas.

A unidade de conservação federal, de 104 mil hectares, é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A ampla frente de fogo ameaçava também a Estação Ecológica de Bananal, unidade de conservação da Secretaria do Meio Ambiente do Estado, com 800 hectares de remanescentes de mata atlântica.

Desde o início, as chamas são combatidas pelos 18 brigadistas do ICMBio e cerca de 40 voluntários da região, mas continuavam consumindo a vegetação na tarde desta sexta-feira, 22. Em alguns pontos, as labaredas atingiam 40 metros de altura. Entre os voluntários estão integrantes de três associações de moradores e ambientalistas do Vale da Bocaina, região turística, repleta de cachoeiras.

Na quinta, o contingente foi reforçado por equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar Ambiental. Um helicóptero da PM passou a ajudar no combate às chamas, mas o fogo seguia incontrolável. De acordo com a prefeitura de Bananal, a ação evitou que houvesse risco para sedes de fazendas e casas com moradores da região.

Segundo Luiza Almeida, da Associação dos Moradores do Vale da Bocaina (Amovale), até a tarde desta sexta não havia perspectiva do fogo apagar pois a região está muito seca pela falta de chuvas. Em seu site oficial, a prefeitura postou agradecimento aos voluntários que combatiam as chamas. "Patrões, empregados, esposas, maridos, todos unidos na defesa da flora e da fauna. Em alguns momentos foi emocionante ver a forma como esses bravos guerreiros levavam o corpo ao limite para defender a natureza", diz a nota.

O ICMBio informou que segue monitorando a situação para, se necessário, enviar reforços. "Importante esclarecer que outras áreas da Serra da Bocaina, fora do parque nacional, estão enfrentando incêndio", informou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos