Topo

Prefeitos das maiores cidades "furam" delegações e fecham acordo

A C40 é uma entidade que reúne 59 prefeitos das maiores cidades do planeta, com o objetivo de trocar experiências para o combate e adaptação às mudanças climáticas - Daniel Marenco/Folhapress
A C40 é uma entidade que reúne 59 prefeitos das maiores cidades do planeta, com o objetivo de trocar experiências para o combate e adaptação às mudanças climáticas Imagem: Daniel Marenco/Folhapress

Matheus Lombardi

Do UOL, no Rio

19/06/2012 11h26Atualizada em 19/06/2012 13h38

Os prefeitos das maiores cidades do mundo se comprometeram nesta terça-feira (19) a reduzir as emissões de gases do efeito estufa em mais de 1 bilhão de toneladas até 2030. Segundo os prefeitos, essa quantidade é o equivalente ao total de gases do efeito estufa produzido pelas nações do Brasil e do México pelos próximos 18 anos. As cidades do C40 também se comprometeram a reduzir em cerca de 400 milhões de toneladas as emissões de gases poluentes até 2020.

"Seria muito cômodo se apenas ficássemos esperando os chefes de Estado resolverem tudo sozinhos. Temos que fazer nossa parte também", disse o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Além de Paes, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, também participou do evento que anunciu o compromisso.

RIO+20: CIDADES SUSTENTÁVEIS
Veja Álbum de fotos

O acordo entre os prefeitos foi feito em parceria com o Banco Mundial, que irá financiar os projetos das megacidades. Os resíduos sólidos serão o principal foco do acordo. O gás metano, produzido pelo lixo, é 20 vezes mais perigoso para aquecimento global do que o gás carbônico.

A C40 é uma entidade que reúne 59 prefeitos das maiores cidades do planeta, com o objetivo de trocar experiências para o combate e adaptação às mudanças climáticas. Cerca de 20 prefeitos vieram participar do evento durante a Rio+20, Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, que vai até o dia 22 de junho, no Rio.

O C40 acredita que, com a união dos prefeitos das maiores e mais importantes cidades do planeta, será mais fácil encontrar soluções para problemas urgentes, como o manejo do lixo e o transporte.

Problemas das cidades

Os desafios mais comuns enfrentados pelas cidades incluem trânsito, falta de fundos para prover serviços básicos, a falta de habitação adequada e infraestrutura em declínio.

Metade da humanidade – 3,5 bilhões de pessoas – vivem hoje em cidades. Até 2030, quase 60% da população mundial viverá em áreas urbanas.

As cidades ocupam apenas 2% de toda a terra do planeta, mas respondem por 60% a 80% do consumo de energia e por 75% das emissões de carbono.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Meio Ambiente