Topo

Greenpeace infla urso polar gigante no Rio em campanha pelo Ártico

Balão inflável gigante de urso polar lançado pelo Greenpeace nesta quinta-feira (21) - EFE/Marizilda Cruppe/Greenpeace
Balão inflável gigante de urso polar lançado pelo Greenpeace nesta quinta-feira (21) Imagem: EFE/Marizilda Cruppe/Greenpeace

Do UOL

Em Sâo Paulo

21/06/2012 20h11

Nesta quinta-feira (21), dia do solstício, a luz do Sol não se apaga por 24 horas no Círculo Polar Ártico. Por isso, o grupo ambientalista Greenpeace aproveitou a participação na Rio+20 e inflou um gigantesco urso polar nos céus da cidade. A campanha é contra a exploração de petróleo e a pesca predatória no Ártico.

A exemplo do que ocorreu vinte anos atrás com a Antártida, declarada santuário justo quando a indústria da mineração avançava sobre seu território, a campanha do Greenpeace pretende mobilizar o mundo para que a ONU aprove uma resolução que torne o Ártico um território global.

Porém, segundo o grupo, as poucas esperanças de avanços durante a Rio+20 fracassaram "devido ao lobby dos Estados Unidos, Canadá e Rússia – as três nações que possuem territórios no Ártico".

A atriz Lucy Lawless, que deu vida ao personagem da série “Xena, a Princesa Guerreira” também veio ao Brasil para o lançamento da campanha. Em setembro, a atriz será julgada juntamente com ativistas do Greenpeace por sua participação na ocupação de 72 horas de um navio de exploração de óleo da Shell. O navio rumava para o Alasca, onde, neste verão, iniciará a perfuração de poços de petróleo na região.

Além de Lawless, uma longa lista de personalidades declararam apoio à campanha. Paul McCartney, Penelope Cruz, Robert Redford, Pedro Almodóvar, Thom Yorke, Emily Blunt, Baaba Maal, Javier Bardem, entre muitos outros, terão seus nomes escritos em um pergaminho que em breve será enterrado no fundo do mar do Ártico, quatro quilômetros abaixo do gelo. Uma bandeira demarcará o local exato onde o pergaminho será colocado –um ato simbólico para declarar aquele um território global.

Mais Meio Ambiente