Topo

Brasil tem dois macacos em lista dos 25 primatas mais ameaçados do mundo

Macaco-caiarara (à esq.) e bugio-marrom são as espécies do Brasil entre os 25 primatas mais ameaçados - IUCN
Macaco-caiarara (à esq.) e bugio-marrom são as espécies do Brasil entre os 25 primatas mais ameaçados Imagem: IUCN

Do UOL

Em São Paulo

15/10/2012 15h02

Brasil tem, novamente, duas espécies de macacos entre os 25 primatas que mais correm extinção no planeta, segundo relatório da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês), que foi divulgado nesta segunda-feira (15). O macaco-caiarara (Cebus kaapori), que vive na Amazônia, e o bugio-marrom (Alouatta guariba guariba), encontrado em Minas Gerais, entraram na lista este ano.

Em 2010, as espécies brasileiras de macaco-prego galego (Cebus flavius) e guigó-da-caatinga (Callicebus barbarabrownae) foram destacadas entre a lista dos 25 primatas mais ameaçados - apesar de terem saído no documento de 2012, os dois animais ainda correm perigo. 

Segundo a IUCN, mais da metade das 633 espécies de macacos do mundo podem desparecer da natureza em breve. A destruição das florestas tropicais (principalmente a partir da queima e do desmatamento), o comércio ilegal de animais silvestres e a caça para alimento são os principais problemas apontados pelo relatório.

A lista da organização, que foi apresentada durante a COP11, cúpula da biodiversidade realizada na Índia, inclui, no total, 11 espécies da África, sendo seis animais só de Madagascar; nove da Ásia, com destaque para cinco espécies do Vietnã; e outros cinco primatas da América Latina.

Meio Ambiente