Coreia do Sul pretende construir rede de estradas "inteligentes" até 2020

  • Shutterstock

A Coreia do Sul anunciou nesta terça-feira um ambicioso plano para construir nos próximos três anos uma rede de estradas "inteligentes" adaptadas a veículos elétricos e de condução automática, em uma tentativa por aliviar os engarrafamentos e reduzir as emissões de gás poluentes.

O governo fornecerá 37 trilhões de wons (US$ 33,070 bilhões) e vai tentar captar no setor privado outros 35 trilhões (US$ 31,280 bilhões) para financiar este plano de grande escala até 2020, informou o Ministério de Transporte através de um comunicado.

Na nova rede de estradas sul-coreana serão fornecidos para as principais áreas de descanso estações de carga de veículos elétricos, o que vai em linha com os cortes tributários e outras medidas do governo para promover o uso destes automóveis.

Também será instalado o sistema ITS, que permitirá a condução segura dos veículos autônomos e previne acidentes através de uma estrutura virtual de monitoramento do tráfego.

Outros elementos que devem ser incorporados são os "pedágios inteligentes", que não precisam da instalação de cabines e nem parar ou diminuir a velocidade dos veículos para passar.

O projeto inclui a construção de 1 mil quilômetros mais de estradas para somar um total de 5.131 em todo o país em 2020, com o objetivo de que 96% de seus 50 milhões de habitantes tenham acesso a uma destas vias em um tempo inferior a 30 minutos.

Conheça carros elétricos e híbridos que circulam pelo Brasil 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos