PUBLICIDADE
Topo

Lorenzoni explora incêndios na Austrália para criticar presidente francês

do UOL, em São Paulo

01/01/2020 18h52

Resumo da notícia

  • Ministro chefe da Casa Civil criticou em redes sociais a postura do governo francês em relação a incêndios na Austrália
  • Onyx Lorenzon disse que é preciso registrar "silêncio ensurdecedor de Macron"
  • Comentários retomam debate com presidente francês, que criticou governo brasileiro por queimadas, em agosto

O ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, usou as redes sociais nesta quarta-feira para criticar a postura do governo francês em relação aos incêndios na Austrália. Em postagem no Facebook, ele lamentou as perdas de vidas no território australiano e aproveitou para relembrar a polêmica com o presidente da França, Emmanuel Macron.

"Muito triste a perda de vidas com os incêndios florestais na Austrália. Mas também é preciso registrar o silêncio ensurdecedor de Macron", disse Lorenzoni em mensagem. ‌"Não podemos esquecer o que ocorreu em 2019 e as fakenews capitaneadas por eles com as queimadas abaixo da média histórica na Amazônia".

Em agosto do ano passado, o presidente francês classificou as queimadas na Amazônia de "crise internacional".

Para Lorenzoni, as queimadas no Brasil foram controladas pelo Exército Brasilieiro. "‌Macron e os verdes atacaram o Brasil com fakenews apenas porque o Presidente é Jair Bolsonaro, o líder que não se dobra à agenda esquerdista", escreveu o ministro.

Segundo ele, agora o mundo lamenta a tragédia dos incêndios florestais na Austrália e as vidas perdidas. "O silêncio de Macron e dos verdes europeus é a prova de que nunca se tratou de preservação ambiental, e sim de ideologia e mentiras" disse Lorenzoni.

Meio Ambiente