PUBLICIDADE
Topo

2020 teve um dos meses de abril mais quentes já registrados

Homem toma sol à beira do rio Tejo em Lisboa, em meio a uma onda de calor que atinge Portugal e a Europa - AFP PHOTO / PATRICIA DE MELO MOREIRA
Homem toma sol à beira do rio Tejo em Lisboa, em meio a uma onda de calor que atinge Portugal e a Europa Imagem: AFP PHOTO / PATRICIA DE MELO MOREIRA

05/05/2020 10h54

As temperaturas mundiais em abril foram quase idênticas às de abril de 2016, as mais altas já registradas - informou o serviço europeu Copernicus sobre mudanças climáticas.

"As temperaturas mundiais foram globalmente iguais às do mês de abril mais quente já registrado", em 2016, disse o Copernicus nesta terça-feira (5).

Abril de 2020 registrou uma temperatura média inferior a 2016 em um "insignificante 0,01ºC".

Em contrapartida, superou em 0,08ºC o mês de abril de 2019, e em 0,70ºC, a média registrada entre 1981 e 2010.

Temperaturas acima da média para o período 1981-2010 foram registradas nas regiões da Eurásia, especialmente na Sibéria, Groenlândia, Oceano Ártico, Antártica e costa do Alasca.

Também estavam bem acima da média no México, no oeste da Austrália e em partes da África Central e Ocidental.

O mesmo aconteceu na Europa Ocidental - embora tenha permanecido abaixo da média no nordeste -, assim como no centro do Canadá e em partes do Sul e Sudeste da Ásia.

Após uma década recorde, que terminou com 2019 como o ano mais quente já registrado no planeta, os anos 2020 começam com a mesma tendência.

Meio Ambiente