Colin Powell passa por cirurgia na próstata

Raja Mishra

O secretário de Estado, Colin L. Powell sofreu uma cirurgia de câncer de próstata na segunda-feira (15/12). Seus médicos acreditam que terá recuperação total e voltará rapidamente ao cargo.

O câncer de Powell não se espalhou para além da próstata, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Richard Boucher, depois que os cirurgiões removeram a glândula em um procedimento que durou duas horas, na manhã de segunda-feira. Até sua volta ao cargo, o subsecretário de Estado, Richard Armitage, dirigirá o departamento.

"Acabo de conversar com o médico do secretário. Fico feliz em dizer que ele já saiu da cirurgia e que tudo correu bem", disse Boucher, na tarde de segunda-feira.

"Eles disseram que ele se saiu muito bem. Não há complicações e sua recuperação deve ser completa", acrescentou.

A cirurgia de Powell ilustra como o risco de câncer de próstata é maior em negros americanos: estatisticamente, têm duas vezes mais chance de desenvolver a doença mais de duas vezes mais chance de morrer dela. As razões permanecem desconhecidas.

"Pesquisamos muito, mas não temos uma resposta", disse o chefe de câncer genito-urinário do Hospital Geral de Massachusetts, Donald Kaufman.

Testes anuais de antígenos específicos de próstata são recomendados para negros a partir de 45 anos e para brancos a partir de 50 anos. No entanto, ainda não se provou que o teste reduz o risco de morte pela doença, e estudos de grande escala estão em andamento para determinar o grau de sua utilidade.

Coincidentemente, o prefeito de Boston, Thomas M. Menino, e o deputado estadual Peter J. Koutoujian, Democrata, planejam apresentar um projeto de lei na terça-feira que dará a todos funcionários do Estado quatro horas de licença anual paga para fazer os exames de câncer.

Powell continuará hospitalizado no Centro Médico do Exercito Walter Reed, em um subúrbio de Washington, por muitos dias, seguidos de repouso em casa. Ele fazia exames de próstata regulares como parte do regime militar de exames físicos freqüentes, disseram membros do Departamento de Estado. Sua família não tem histórico desse tipo de câncer. Deborah Weinberg

UOL Cursos Online

Todos os cursos