Exclusivo para assinantes UOL

Vida de monge: silêncio e imobilidade

Carolyn Y. Johnson
em Gyeongju, Coréia do Sul

No meio de um bosque de bambus, um monge vestido com calça e túnica largas e cinzentas fez um golpe perfeito, chutando com os pés oblíquos dois troncos de bambu. "Noossa", sussurrei, vendo a levitação dele. Um dos monges se aproximou e imitou meu sotaque americano e meu deslumbramento de garotinha: "Noossa". Nós dois rimos da situação.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos