UOL Notícias Internacional
 

25/03/2008

'Um anel de casamento produz 20 toneladas de resíduos'

Der Spiegel
Cordula Meyer
Spiegel - Qual é o impacto do alto preço do ouro sobre a mineração deste metal precioso?
Slack -
Ele levou a uma situação onde há mais e mais minas ao redor do mundo, também em regiões da África, América Latina e Ásia que não eram afetadas até agora. E o governo destes países e regiões em geral não lidam de forma particularmente eficaz com as empresas mineradoras.

Spiegel - O que você quer dizer com isso?
Slack -
Não há padrões ambientais apropriados, não há leis suficientes capazes de proteger os direitos dos moradores locais. Veja a Guatemala, por exemplo, onde os direitos dos povos indígenas, que vivem nas áreas de mineração, não são levados em consideração. As minas se espalham por vastas áreas, assim como por locais sagrados destes povos. Elas podem chegar a dois quilômetros de largura e um quilômetro de extensão, sendo possível até mesmo vê-las do espaço. Mas assim que a terra é perdida, ela está destruída para sempre.

Spiegel - Ela nunca mais pode ser usada depois que o ouro é extraído?
Slack -
Quantidades enormes de substâncias químicas venenosas são usadas, particularmente o cianeto, que separa o ouro da pedra. Estima-se que as minas de ouro em todo mundo usem 182 mil toneladas de cianeto por ano -uma quantidade gigantesca.

Lalo de Almeida/Folha Imagem - 18.nov.2004 
Linha de produção de indústria de folheados a ouro em Limeira, em São Paulo

Spiegel - O cianeto é altamente tóxico. Quais são as conseqüências para o meio ambiente?
Slack -
Ele vai parar nos rios assim como nas águas subterrâneas e pode matar os peixes. A água deixa de ser potável ou utilizável para irrigação agrícola. Às vezes faltam até mesmo padrões mínimos. Na Indonésia, os resíduos tóxicos da mineração são simplesmente despejados no oceano.

Spiegel - O que você está tentando fazer a respeito?
Slack -
Nós queremos que as empresas de mineração obtenham a aprovação dos moradores locais antes de abrirem uma mina. Não é preciso dizer, as empresas não estão particularmente dispostas a fazê-lo.

Spiegel - Isso não soa particularmente eficaz.
Slack -
Provavelmente é o meio mais eficaz que dispomos. Atualmente há uma disputa ocorrendo em Nevada, onde uma empresa deseja transformar o monte sagrado dos índios Shoshoni em uma mina, e eles estão resistindo. Logo, isto não acontece apenas nos países em desenvolvimento.

Spiegel - Onde os problemas com minas estão particularmente concentrados?
Slack -
Em Gana, uma única mina deslocou permanentemente 10 mil pessoas de suas terras. Outro exemplo é o Peru, um dos mais importantes países exportadores do metal. O governo dali não é muito eficaz na regulação das minas. Freqüentemente os moradores locais ficam completamente por conta própria.

Spiegel - Mas o que é possível esperar se até os governos fracassam em conseguir algo?
Slack -
As pessoas sabem quais os efeitos que as minas causam, elas trocam experiências com outras em situações semelhantes em todo o mundo e oferecem resistência. Quando a mineradora Numont quis expandir a maior mina de ouro do mundo, no norte do Peru, em 2004, mais de 10 mil pessoas protestaram e bloquearam as estradas de acesso, forçando o fechamento temporário da mina.

Spiegel - Também não é possível que as minas possam trazer os empregos necessários para as regiões rurais pobres?
Slack -
A maioria das grandes minas modernas fica na superfície e emprega apenas poucas pessoas. As minas podem ser altamente lucrativas, mas os moradores locais raramente vêem quaisquer benefícios. E, é claro, também há os problemas com as condições de trabalho e os baixos salários nas minas.

Spiegel - As minas operam de forma semelhante em todo o mundo?
Slack -
Nós estamos particularmente preocupados porque há claramente dois pesos e duas medidas. Na Europa e nos Estados Unidos, as empresas nunca exibiriam o comportamento com que escapam impunes nos países em desenvolvimento.

Spiegel - Quanto resíduo é produzido para extrair ouro suficiente para um anel de casamento?
Slack -
Isto produz 20 toneladas de resíduos.

Spiegel - Isto é apenas rocha solta que pode ser removida para outro lugar, ou é resíduo tóxico?
Slack -
O problema é que a rocha tratada com cianeto, quando exposta ao ar, produzirá ácidos sulfúricos, como aqueles contidos nas baterias dos automóveis. Este processo continua para sempre e pode contaminar permanentemente a água subterrânea. Até mesmo as minas operadas pelos romanos onde atualmente é a França ainda emanam estas substâncias.

Spiegel - Isto soa tão problemático quanto o próprio cianeto.
Slack -
É um problema ainda maior.

Spiegel - E que conselho você dá aos consumidores, que não estão necessariamente cientes dos danos ambientais e sociais causados pelo ouro que compram?
Slack -
Nós estamos tentando cooperar com grande joalheiros e mineradoras para introduzir um ouro certificado que é produzido segundo padrões ambientais e de direitos humanos mais elevados. que poderiam ser semelhantes aos padrões aplicados a alimentos orgânicos e produtos de "fair trade" (comércio justo). Até o momento, nada assim existe para o ouro. O alto preço em dólar do ouro não é o único custo: a mineração do metal precioso ao redor do mundo causa uma perda significativa de terras, contaminação das águas e deixa resíduos tóxicos que freqüentemente vão parar no oceano. O especialista Keith Slack exige métodos mais limpos de mineração George El Khouri Andolfato

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host