Exclusivo para assinantes UOL

Regime de Ahmadinejad desperta medo entre os iranianos

Dieter Bednarz e Erich Follath

Protestos sangrentos no Irã, durante o festival Ashura, marcaram um ponto de virada no conflito entre o regime e seus oponentes. Pela primeira vez, os manifestantes responderam à brutalidade policial com violência. Mas apesar do movimento de oposição estar ganhando força, as grandes forças de segurança do governo ainda permanecem poderosas. O governante em seu palácio estava perplexo. Ele se sentia impotente, sozinho e cheio de dúvidas. Ele deveria atacar naquele dia de dezembro, um dia em que seu povo estava tirando proveito do Ashura, um importante festival xiita, para tomar as ruas aos milhões e exigir sua renúncia com cantos irados? Não era imperativo que ele demonstrasse uma brutalidade inflexível e ordenasse aos seus soldados para dispararem contra a multidão, caso quisesse continuar como líder? Os protestos violentos durante o festival Ashura, no Irã, marcaram a virada no conflito entre o regime iraniano e os opositores ao governo

UOL Cursos Online

Todos os cursos