Exclusivo para assinantes UOL

Reino Unido vive a sua própria tragédia grega e terá que fazer cortes orçamentários

Marco Evers

  • Stefan Wermuth/Reuters

    O primeiro-ministro britânico Gordon Brown na chegada a sua casa em Londres, na Inglaterra

    O primeiro-ministro britânico Gordon Brown na chegada a sua casa em Londres, na Inglaterra

O déficit orçamentário da Grécia é absurdamente alto. Mas o do Reino Unido é ainda maior. O primeiro-ministro Gordon Brown terá uma tarefa bem definida neste ano eleitoral – e os cortes orçamentários que estão por vir serão dolorosos. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos