Exclusivo para assinantes UOL

Operários suicidas deixam fábrica de eletrônicos em situação desconfortável na China

Wieland Wagner

Uma série de aparentes suicídios abalou a administração da Foxconn, uma fabricante de eletrônicos que produz componentes e monta produtos para muitas firmas do Vale do Silício. Centenas de milhares de pessoas moram e trabalham no complexo da fábrica da Foxconn no Sul da China, em condições que os críticos chamam de escravagistas.

UOL Cursos Online

Todos os cursos