Exclusivo para assinantes UOL

Caso de ex-espião russo envenenado vira guerra de propaganda

Da equipe da Der Spiegel

  • Andrew Matthews/PA via AP

    Soldados trabalham na investigação do ataque contra o ex-espião russo Sergei Skripal

    Soldados trabalham na investigação do ataque contra o ex-espião russo Sergei Skripal

A voz de uma pessoa ainda considerada gravemente enferma pôde ser ouvida na televisão russa na quinta-feira (5). Ela pertencia supostamente a Yulia Skripal, filha do ex-espião Sergei Skripal, que foi envenenada junto com o pai na cidade inglesa de Salisbury há cinco semanas. Ela parecia falar por telefone, de um hospital britânico, com seus parentes russos.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos