UOL Mídia GlobalUOL Mídia Global
UOL BUSCA

RECEBA O BOLETIM
UOL MÍDIA GLOBAL


03/04/2007
A tumba do último inca

Fietta Jarque
Em Madri


Em uma modesta igreja do bairro de San Cristóbal, nas proximidades da cidade de Cusco, no Peru, jazem os restos do último inca que chegou a governar. A tumba intacta de Paullu Topa Yupanqui Inca, encontrada no final de março, mas que será aberta dentro de duas semanas, representará uma descoberta inédita, já que não se conservaram restos de nenhum de seus antecessores. Os incas embalsamavam seus mortos, e os primeiros conquistadores, que chegaram em 1532, encontraram as múmias dos incas no principal templo de Cusco, as despojaram de suas jóias e terminaram queimando-as sob para "extirpar idolatrias".

Mas até agora ninguém se lembrou de Paullu Inca, filho de Huayna Cápac, irmão de Atahualpa, Huáscar e Manco Inca, morto em 1548. Talvez porque foi protegido por sua própria lenda obscura. Passou à história como um traidor, um colaboracionista, um governante fantoche dos conquistadores espanhóis na capital do império inca. Mas, segundo a historiadora espanhola Mari Carmen Martín Rubio, Paullu Inca foi um pacifista, um governante moderno, inteligente e com visão de futuro.

Ela chegou a essas conclusões depois de consultar diversas referências dos cronistas da época. Afinal encontrou o testamento de seu neto, Carlos Melchor Inca, que morreu no Escorial (Espanha), mas que deixou escrito que queria que seus restos repousassem junto dos de seu avô, na igreja de San Cristóbal, onde Paullu levantou uma ermida ao lado de seu palácio.

Dizem que ele criou uma escola para que os cusquenhos não esquecessem os conhecimentos de seus antepassados. Há dez dias um engenheiro geofísico realizou com equipamentos sofisticados uma espécie de ecografia do lugar, detectando quatro importantes anomalias no solo, correspondentes às criptas.

"Os documentos deixam antever que Paullu manteve suas práticas da religião inca junto com as cristãs. Também que ajudou seu irmão Manco Inca, que se rebelou contra os espanhóis, e seu sobrinho Sayri Túpac, também fugido", explica a autora da descoberta. Tanto o pároco da igreja como os dirigentes locais estão encantados com a notícia.

A imprensa peruana deu grande cobertura à descoberta. "Como é uma igreja pobre, o fato de ali se encontrar a única tumba conservada de um inca os faz sentir orgulho, além dos benefícios que o turismo poderá trazer no futuro", diz a historiadora.

Tanto ela quanto os cientistas que colaboraram até agora o fizeram por amor à arte. Ninguém apoiou economicamente o projeto. Agora que as autoridades eclesiásticas e estatais lhes deram permissão para escavar, esperam encontrar apoios. "Só vou tocar a múmia para tirar uma amostra de DNA, que servirá para confirmar sua identidade", diz Martín Rubio, que espera que no futuro se construa um museu no lugar.

Se o chamado senhor de Sipán, encontrado em 1987 em uma tumba rica, rodeado de suas esposas e um séquito, com suas jóias e pertences, se transformou num tesouro arqueológico, é muito provável que a tumba do último inca reinante não decepcione. Em todo caso, os xamãs vizinhos já estão realizando rituais para que o rei dos incas lhes dê sua bênção.

Tradução: Luiz Roberto Mendes Gonçalves

ÍNDICE DE NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA





Shopping UOL

Gravadores Externosde DVD a partir
de R$ 255,00
Câmera Sony6MP a partir
de R$ 498,00
TVs 29 polegadas:Encontre modelos
a partir de R$ 699