UOL Notícias Internacional
 

05/11/2008

Filho de Bin Laden pede asilo político na Espanha

El País
Jorge A. Rodríguez
Em Madri
Omar Osama bin Laden, de 28 anos, um dos 19 filhos de Osama bin Laden, o terrorista fundador e chefe da Al Qaeda, pediu na segunda-feira asilo político na Espanha assim que aterrissou no Aeroporto de Barajas, em Madri. O descendente do homem mais procurado da terra, com quem conviveu durante 20 anos (no Sudão e no Afeganistão), chegou ao Terminal 4 em um avião procedente do Cairo que se dirigia para Casablanca (Marrocos) e fez escala em Madri, segundo fontes inteiradas dos fatos. Omar Osama bin Laden se autodefine como "o filho pacifista" do terrorista e repudia o terrorismo de seu pai.

Omar, casado com a cidadã britânica Zaina al Sabah (antes conhecida como Jane Felix-Browne), de 52 anos, já tinha solicitado anteriormente, em abril deste ano, asilo político na embaixada do Reino Unido no Cairo, mas as autoridades britânicas o negaram, por entender que seria "uma considerável preocupação pública". No entanto, as fontes consultadas afirmaram que a Espanha, depois da surpresa inicial por esse fato, decidiu tramitar "com rapidez" o expediente de asilo. Enquanto isso, Omar Osama permanecerá na sala de trânsito e inadmitidos do aeroporto de Barajas, indicaram as mesmas fontes.

O requerente de asilo nasceu na Arábia Saudita, filho do hoje terrorista mais procurado e da síria Najwa Ghanem. Esteve durante dez anos com seu pai no exílio no Sudão e posteriormente viveu no Afeganistão, onde até 2000 foi treinado em um campo de terroristas. Quando ocorreram os ataques de 11 de Setembro, o filho de Bin Laden se encontrava na Arábia Saudita.

Seu nome completo é Omar Bin Osama Bin Muhammad Bin Awad Bin Laden, e em declarações públicas mostrou-se disposto a refutar as idéias ocidentais sobre os árabes e de que todos os filhos de Osama bin Laden são terroristas.

O filho de Bin Laden se casou com Jane Felix-Browne, que já tem três filhos e cinco netos, no Egito em setembro de 2006. Os dois se conheceram nesse país quando a mulher foi ao Cairo para se submeter a tratamento de esclerose múltipla. Na primeira vez em que se viram ela estava montando um cavalo. "Nos apaixonamos e nos casamos em duas cerimônias islâmicas no Egito e na Arábia Saudita. Fui eu quem propôs casamento", declarou a mulher em julho de 2007 ao jornal britânico "The Times". Para ela é o sexto casamento. Ele supostamente já tinha celebrado antes outros dois matrimônios e até agora ganhava a vida como comerciante de ferro-velho em Yida. No "Times", a hoje Zaina al Sabah declarou que Omar Osama ignora se seu pai cometeu os ataques de 11 de Setembro. Omar Osama chegou na segunda-feira do Cairo e ficou retido no aeroporto de Madri Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h16

    -0,05
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host