UOL Notícias Internacional
 

21/01/2009

Pessoas que ignoram que têm o HIV causam 80% das infecções

El País
Emilio de Benito
Em Madri
Todo ano são infectadas com o HIV (vírus que causa a Aids) cerca de 3 mil pessoas na Espanha (não há dados exatos). Delas, cerca de 80% foram infectadas por uma pessoa que não sabia que tinha o agente causador da doença. É o que se deduz das palavras do diretor geral da Saúde Pública, Ildefonso Hernández, na terça-feira durante a jornada Juntos para um Diagnóstico Precoce, que se realizou em Madri.

À falta de uma cura e de uma vacina, a melhor maneira de evitar que o HIV se propague é atacá-lo pela raiz: que as pessoas infectadas saibam disso e tomem as medidas de proteção próprias (para evitar infecções oportunistas) e alheias (para não transmitir o vírus). Essa é a principal conclusão da reunião. Para isso é preciso estender o chamado teste de Aids (na verdade uma análise que detecta o HIV) sobretudo entre as pessoas que tiveram uma prática de risco. Calcula-se que na Espanha haja entre 130 mil e 150 mil pessoas contaminadas e que 30% não saibam disso.

Especialistas médicos, do Plano Nacional sobre Aids e de ONGs discutiram na terça-feira as possibilidades de convencer todos os possíveis envolvidos a fazer o teste. Com isso não só melhoraria sua saúde e seu futuro (hoje há medicamentos que permitem manter a infecção controlada por muito tempo, embora não a curem), como ajudaria a romper a cadeia de novas transmissões.

Maiores de 40 anos
Nas conclusões da jornada, Josep Maria Gatell, do Hospital Clinic de Barcelona, destacou que há dois grupos de população que são especialmente avessos a fazer o teste: os maiores de 40 anos e os heterossexuais. Em troca, como indicou Jordi Casabona, do Departamento de Saúde do governo autônomo catalão, mais de 80% dos homossexuais fizeram testes pelo menos uma vez na vida. As mulheres que se dedicam à prostituição também são mais conscientes se estiveram em uma situação de risco e se analisam. A mensagem "Faça o teste", no entanto, vai pegando entre a população. Em 2007 foram feitos mais de 1 milhão de testes, enquanto em 2002 foram 400 mil, segundo a secretária do Plano Nacional sobre Aids, Teresa Robledo.

Tradução: Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,73
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,00
    65.010,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host