UOL Notícias Internacional
 

27/01/2009

La Paz mais pacífica que nunca

El País
Mabel Azcui Em Cochabamba
A calma se impôs. Essa foi a notícia. Era a primeira vez em 187 anos que os bolivianos decidiam se aceitavam ou não uma lei fundamental, elaborada em um acidentado processo da Assembléia Constituinte.

Vitória do "sim" em referendo na Bolívia

  • Martin Alipaz/EFE

    Bolivianos comemoram vitória do "sim" para referendo sobre nova Constituição boliviana



A Corte Nacional Eleitoral, os observadores internacionais, as autoridades governamentais e os líderes regionais coincidiram ao destacar a normalidade e a paz que caracterizaram a jornada eleitoral que convocou 3.891.397 eleitores de todo o país, dos quais cerca de 1,3 milhão vivem no departamento de La Paz, o de maior peso eleitoral, que em convocações anteriores favoreceu a posição do presidente Evo Morales e de seu partido, o Movimento Ao Socialismo (MAS).

O presidente da Corte Eleitoral, José Luis Exeni, afirmou que ninguém foi impedido de votar em nenhum ponto do país. E esclareceu que as denúncias de supostas irregularidades em duas mesas eleitorais na área rural do altiplano de La Paz serão investigadas.

O relatório dos 350 observadores internacionais de diversos organismos também destacou a tranquilidade com que transcorreu a jornada.

"Não tivemos atos de violência, a abertura de mesas eleitorais e a atuação dos jurados foram normais, e isso é o principal", disse o representante da Organização dos Estados Americanos, Raúl Lagos.

O presidente Evo Morales depositou seu voto no povoado de Villa 14 de Setiembre em Chapare (Cochabamba). "Felicito a oposição por ir votar. Tem direito a dizer não nas urnas", declarou, e saudou a decisão de seus adversários "de deixar a violência como a invasão de aeroportos e ataques ao canal e rádios do estado".

Tradução: Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host