UOL Notícias Internacional
 

19/12/2009

Republicanos dos EUA elogiam falta de acordo em Copenhague

El País
Rafael Mendez
Em Copenhague (Dinamarca)
O congressista republicano James Sensenbrenner, do quinto distrito de Wisconsin (EUA), está de bom humor. A cúpula de Copenhague parece que vai fracassar. "Isso é uma boa notícia", disse ele a este jornal. Junto com Sensenbrenner, outros cinco políticos republicanos viajaram a Copenhague para levar uma mensagem no que seria o último dia da cúpula: "A lei de redução de emissões que o presidente Barack Obama enviou ao Congresso está morta".

Sensenbrenner considera que "o assunto da mudança climática é regido pelo fascismo científico". "Há cientistas que tentam calar descobertas contrárias às suas, e isso é o fascismo científico, e por isso devemos ter uma investigação independente sobre o 'Climagate'." O congressista se referiu às mensagens eletrônicas pirateadas da Universidade de East Anglia, no Reino Unido, em que, segundo os céticos, estes exageram o aquecimento. "Usaram a palavra 'truque', diziam que os dados não apoiavam suas conclusões."

Segundo o congressista republicano, essa "ciência política" levou "a piores níveis de vida nos EUA e na Europa". "O fracasso dessa cúpula é uma boa notícia, porque toda a arquitetura de Kioto levou países como China e Índia a acreditar que haverá uma enorme transferência de riqueza para seus países dos EUA e da Europa. Seus pedidos confirmam isto."

O congressista procede de um estado com carvão, e os republicanos presentes em Copenhague são de estados petroleiros, como Joe Barton, do Texas, e John Sullivan, de Oklahoma; ou com uma poderosa indústria automobilística, como Fred Upton, de Michigan. Este afirmou simplesmente que "a comunidade científica está corrompida".

Seu argumento é que não está comprovado que a mudança climática tenha origem nas emissões de gases do efeito estufa devido à queima de combustíveis fósseis, apesar dos milhares de cientistas que o provaram. Sensenbrenner resumiu sua posição desta maneira: "A ciência do aquecimento global não está comprovada. Mas a economia do aquecimento global, sim: é um exportador de empregos".

Tradução: Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h19

    0,10
    3,282
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h21

    0,95
    63.856,97
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host