Exclusivo para assinantes UOL

As mulheres que estão atrás das barricadas em Bancoc

José Reinoso

Enviado especial a Bancoc

  • Pedro Ugarte/AFP

    Mulher grita diante de soldado na região de acampamento fortificado de manifestantes em Bancoc

    Mulher grita diante de soldado na região de acampamento fortificado de manifestantes em Bancoc

Elas estão por todo lado: diante do palco do acampamento dos camisas-vermelhas, aplaudindo intervenções de seus líderes, cozinhando em caldeirões sob tendas e toldos, cuidando de seus filhos trazidos de províncias distantes, dançando sobre as esteiras no meio de um calor agonizante, trabalhando como voluntárias em postos de socorro na zona de protesto. As mulheres se transformaram em uma das grandes forças da Frente Unida pela Democracia e contra a Ditadura, nome oficial do agrupamento dos camisas-vermelhas, que desde meados de março mobilizou milhares de seguidores nas ruas de Bancoc para pedir a dissolução do Parlamento e a convocação de eleições na Tailândia.

UOL Cursos Online

Todos os cursos