Exclusivo para assinantes UOL

As medidas contra a crise abalam a coalizão de Merkel

Juan Gómez

Berlim (Alemanha)

  • Tim Brakemeier/EFE - 26.jan.2010

    A chanceler alemã Angela Merkel durante pronunciamento em Berlim, na Alemanha

    A chanceler alemã Angela Merkel durante pronunciamento em Berlim, na Alemanha

As opções são conter os danos ou recolher os escombros. Desde que Angela Merkel ganhou as eleições em setembro de 2009, a União Democrata Cristã (CDU), seu partido-irmão bávaro União Social-Cristã (CSU) e seus aliados do Partido Liberal (FDP) têm sofrido um desgaste mais próprio de um governo em seu terceiro mandato do que de uma coalizão recém-eleita. Até agora foram oito meses de desavenças e tropeços sobre cada decisão importante.

UOL Cursos Online

Todos os cursos