Exclusivo para assinantes UOL

Editorial: excepcional seleção espanhola faz história na Copa da África do Sul

  • AP/Martin Meissner

    Casillas levanta a taça de campeão mundial da Espanha

    Casillas levanta a taça de campeão mundial da Espanha

Há muito tempo esperávamos por isso. Pelo menos desde 1950, no Rio de Janeiro, quando a Espanha ficou entre os quatro finalistas que lutaram pela vitória no campeonato mundial. Então não pôde ser, apesar da honrosa atuação espanhola, mas se acendeu no ânimo do torcedor uma luz de esperança que agora voltou a brilhar na áfrica do Sul. O esporte espanhol viveu 30 anos gloriosos. O progresso no tênis, ciclismo, basquete, automobilismo ou motociclismo foi impressionante. O futebol, no entanto, parecia condenado ao papel de aspirante desafortunado, contra o qual tudo se voltava. Os árbitros, os pênaltis, as parcas do esporte faziam horas extras para adiar a cada quatro anos essa esperança.

UOL Cursos Online

Todos os cursos