Exclusivo para assinantes UOL

Chávez ordena a exumação dos restos mortais de Bolívar para tentar salvar seu governo

Maye Primera

Em Caracas (Venezuela)

  • Fernando Llano/AP

    Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, diante de imagem de Simón Bolívar, ícone latino-americano

    Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, diante de imagem de Simón Bolívar, ícone latino-americano

O presidente Hugo Chávez revelou aos notívagos do Twitter o que até as 2 da madrugada de ontem o governo não havia querido informar: que na noite de quinta-feira uma equipe de promotores e policiais científicos exumou os restos do libertador Simón Bolívar para determinar a causa de sua morte, ocorrida em 1830. "Olá meus amigos. Que momentos impressionantes vivemos esta noite! Vimos os restos do grande Bolívar!", anunciava o primeiro "tweet" presidencial. "Confesso que choramos. Digo-lhes: tem que ser Bolívar esse esqueleto glorioso, pois pode-se sentir seu resplendor. Meu Deus! Meu Cristo!".

UOL Cursos Online

Todos os cursos