Exclusivo para assinantes UOL

Perseguição de funcionária do governo dos EUA se volta contra a imprensa, os dirigentes políticos e o próprio Obama

Antonio Caño

Em Washington (EUA)

  • Steve Cannon/AP

    Shirley Sherrod, funcionária do governo dos EUA que foi demitida após ser acusada equivocadamente de racismo

    Shirley Sherrod, funcionária do governo dos EUA que foi demitida após ser acusada equivocadamente de racismo

Uma desconhecida funcionária do Departamento da Agricultura se transformou na protagonista de uma história apaixonante que concentrou a atenção do país durante toda a semana e que deveria ser lembrada eternamente como um exemplo dos danos que a temeridade do jornalismo, o oportunismo político e o revanchismo ideológico são capazes de infligir a uma sociedade. O caso, no qual só a própria vítima demonstrou um comportamento sensato e humano, constitui uma vergonha para toda a elite dirigente.

UOL Cursos Online

Todos os cursos