Exclusivo para assinantes UOL

A crise econômica impulsiona a cooperação militar europeia

Andrea Rizzi

Em Madri (Espanha)

  • Martin Meissner/AP

    Países da União Europeia enfrentam cortes nos orçamentos e buscam alternativas para compartilhar infraestrutura

    Países da União Europeia enfrentam cortes nos orçamentos e buscam alternativas para compartilhar infraestrutura

A Defesa Comum Europeia surgiu politicamente em 1998, quando Tony Blaier retirou o tradicional veto britânico ao projeto numa cúpula com Jacques Chirac. Depois de 12 anos, entretanto, a cooperação militar europeia continua em estado embrionário, paralisada por um emaranhado de interesses políticos e nacionais. Paradoxalmente, a crise econômica parece ser capaz de dar o impulso à integração militar europeia que a política não conseguiu. Os cortes em tempos de vacas magras obrigam os países a buscarem a sinergia e a compartilharem recursos e infraestrutura.

UOL Cursos Online

Todos os cursos