Exclusivo para assinantes UOL

Rejeição a mesquita no "Marco Zero" mostra que atentado às Torres Gêmeas ainda é ferida aberta

Sandro Pozzi

Em Nova York (EUA)

  • Brad Rickerby/Reuters

    Torres Gêmeas do World Trade Center de Nova York em 11 de Setembro de 2001

    Torres Gêmeas do World Trade Center de Nova York em 11 de Setembro de 2001

As emoções continuam à flor da pele nove anos depois do duplo ataque terrorista contra as Torres Gêmeas de Nova York, o fatídico 11 de setembro de 2001. E o projeto de construção de um centro cultural islâmico a duas quadras da área do "marco zero" reabriu as feridas. No domingo, nas proximidades do buraco deixado pelo atentado que custou quase 3 mil vidas, foram realizadas duas manifestações: uma a favor do projeto e outra contra.

UOL Cursos Online

Todos os cursos