Terremoto no Japão

Exclusivo para assinantes UOL

Tóquio endurece critérios de segurança nas centrais nucleares

José Reinoso

Enviado especial a Tóquio (Japão)

  • Reuters

    Imagem retirada de um vídeo feito no dia 11 de março mostra o momento em que o tsunami que se seguiu ao terremoto do Japão atinge a usina nuclear de Fukushima

    Imagem retirada de um vídeo feito no dia 11 de março mostra o momento em que o tsunami que se seguiu ao terremoto do Japão atinge a usina nuclear de Fukushima

O governo japonês, que foi muito criticado pela gestão da crise nuclear desencadeada na usina de Fukushima em consequência do terremoto e do tsunami em 11 de março passado, deu ordem ontem para que sejam reforçadas as medidas de segurança nas 55 usinas atômicas do país, com efeito imediato. Os novos requisitos, que deverão ser cumpridos até o final de abril, incluem a obrigação de dispor de geradores elétricos de emergência portáteis, para suprir possíveis falhas na rede de abastecimento principal, e caminhões de bombeiros com mangueiras prontas a todo momento para garantir a refrigeração dos reatores e das piscinas de barras de combustível usado em caso de necessidade, segundo o Ministério da Economia, Comércio e Indústria.

UOL Cursos Online

Todos os cursos