Moradores vacilam, não pagam imposto e casal compra rua de luxo por US$ 90 mil

Rosa Jiménez Cano

  • Justin Sullivan/Getty Images/AFP

    9.ago.2017 - Mansões na entrada de Presidio Terrace, em San Francisco; rua privativa foi comprada por um casal de imigrantes por US$ 90 mil, após os moradores se esquecerem de pagar um imposto

    9.ago.2017 - Mansões na entrada de Presidio Terrace, em San Francisco; rua privativa foi comprada por um casal de imigrantes por US$ 90 mil, após os moradores se esquecerem de pagar um imposto

Exclusividade e privacidade: essas são as características procuradas pelos ricos que vivem na cidade. Antes do boom tecnológico, havia um ditado: "Os ricos passam frio em Pacific Heights, enquanto os pobres ficam à vontade em Mission".

Com a explosão do Google, da Apple e do Facebook, seus funcionários começaram a se mudar para o tradicional bairro latino, e então Mission passou a ser o universo hipster e Pacific Heights o lugar onde os ricos de fortuna antiga, os "old money", têm suas mansões.

É ali que vive a família Getty, no número 2880 da Broadway, em uma mansão extravagante com piscina interna, um palacete de mármore onde se servia caviar durante as festas e a famosa cabine onde se telefonava com moedas. Gordon, o patriarca, se cansou de ver como as visitas se aproveitavam de sua riqueza para fazer chamadas de longa distância às custas do magnata do petróleo. 

Os donos das mansões de mais de US$ 30 milhões, que vivem em Presidio Terrace, uma rua em formato de U com segurança particular e controle de entrada, acabam de ter uma surpresa. A rua deles não é deles e tampouco da prefeitura. Um casal acaba de adquiri-la em um leilão por US$ 90 mil (R$ 285 mil) e pretendem ganhar dinheiro com ela. Entre as formas mais óbvias estão cobrar para estacionar, realizar festas na rua ou manter os curiosos à distância. 

Tina Lam e Michael Cheng, casal de engenheiros de origem asiática moradores de San José, a antiga capital do Vale do Silício, são os donos de um espaço gerido pelos residentes desde 1905. Ela é diretora de serviços online da VMWare, uma empresa veterana no Vale do Silício, e ele é especialista em propriedades. Ambos são imigrantes, chegaram aos Estados Unidos para fazer faculdade e se mudaram para a nova terra das oportunidades há uma década.

Mas como esse casal conseguiu o asfalto, as calçadas e os gramados dessa rua tão exclusiva? Foi um golpe de sorte, como explicaram ao "San Francisco Chronicle". Na verdade, foi porque eles estavam atentos. Os proprietários não pagaram um imposto de US$14 (R$ 45) durante três décadas, e esse esquecimento levou a rua a leilão.

No total, San Francisco tem 181 ruas privativas que têm a obrigação de pagar esse imposto. Como era de se esperar, os que estavam em situação similar foram revisar seus pagamentos, e o mesmo do outro lado: aqueles ávidos por encontrar uma inesperada fonte de renda começaram a revisar o mapa de registros imobiliários para ver se encontram algum bom negócio.

Os inquilinos, descontentes, entraram com um processo contra a prefeitura para recuperar essa rua que sempre sentiram como sendo sua. Entre eles estão a democrata Nancy Pelosi e o ex-prefeito Joseph Alioto.

Tradutor: UOL

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos