Topo

El País


Mar del Plata vira refúgio de repressores na Argentina

Marina Devo/AFP
Ativistas protestam em frente à casa do ex-chefe da polícia de Buenos Aires, Miguel Etchecolatz, em Mar del Plata, depois que a Justiça permitiu que ele cumpra o resto de sua prisão perpétua em casa devido à sua idade avançada Imagem: Marina Devo/AFP
Exclusivo para assinantes UOL

Ramiro Barreiro

12/01/2018 00h01

Uma das primeiras decisões judiciais de 2018 foi conceder o benefício da prisão domiciliar ao ex-policial argentino Miguel Osvaldo Etchecolatz, condenado a quatro penas de prisão perpétua por crimes contra a humanidade....