Exclusivo para assinantes UOL

Nos EUA voto cristão divide-se quanto a princípios religiosos e pragmatismo

Financial Times

Quando os cristãos conservadores da Carolina do Sul apoiaram maciçamente George W. Bush na eleição primária de 2000, eles sabiam que estavam votando em um candidato que ao mesmo tempo era um "crente verdadeiro" e que poderia obter apoio suficiente entre o universo mais amplo do eleitorado republicano para chegar à Casa Branca.

UOL Cursos Online

Todos os cursos