Exclusivo para assinantes UOL

Vale a pena fazer planos para a reunificação das Coreias

  • Lee Jae Won/AP

    Lee Myung-bak, presidente da Coreia do Sul, refere-se aos "70 milhões de compatriotas" em recente discurso, indicando intenção de reunificação

    Lee Myung-bak, presidente da Coreia do Sul, refere-se aos "70 milhões de compatriotas" em recente discurso, indicando intenção de reunificação

Quando Lee Myung-bak referiu-se aos seus “70 milhões de compatriotas” em uma recente discurso, ele estava escrevendo um pedaço da história. A Coreia do Sul, país do qual Lee é o presidente, tem menos de 50 milhões de habitantes. Os outros mais de 20 milhões aos quais ele se referia pertencem à Coreia do Norte, um país que está separado da Coreia do Sul desde o final da Guerra da Coreia, em 1953. A grande ideia de Lee foi implementar um “imposto de reunificação” como preparativo para a reunificação de uma das economias mais bem sucedidas do mundo com uma das mais devastadas.

UOL Cursos Online

Todos os cursos