Exclusivo para assinantes UOL

Pretória rejeita alegações de neocolonialismo chinês na África

Jamil Anderlini

Em Pequim (China)

  • Adrian Bradshaw, Pool/AP

    O presidente sul-africano, Jacob Zuma, aperta a mão de seu homólogo chinês Hu Jintao, durante cerimônia no Grande Palácio do Povo, em Pequim, para discussão de acordos econômicos

    O presidente sul-africano, Jacob Zuma, aperta a mão de seu homólogo chinês Hu Jintao, durante cerimônia no Grande Palácio do Povo, em Pequim, para discussão de acordos econômicos

O ministro do Comércio da áfrica do Sul apoiou nesta terça-feira (24) o enorme aumento de investimentos chineses na áfrica, afirmando que Pequim não está adotando uma política neocolonialista e que os interesses crescentes da China pelo continente resultarão em enormes benefícios para os africanos.

UOL Cursos Online

Todos os cursos