Exclusivo para assinantes UOL

Questionando a tradição dos casamentos coreanos

Choe Sang Hun

Quando uma das filhas de Kim Jong-chang, principal supervisor financeiro da Coreia do Sul, casou-se em junho passado, Kim fez algo pouco comum: ele dispensou o caixa e os envelopes cheios de dinheiro.

Este é um costume dos casamentos sul coreanos, tanto quanto o oficial de cerimônia. Antes de entrar no salão do casamento, os convidados fazem uma fila em frente da mesa do caixa para entregar um envelope cheio de dinheiro. O caixa abre o envelope e registra o nome do convidado, e a quantia dada, num livro-caixa com capa de couro - normalmente na frente dos próprios convidados.
  • Lee Jin-man/AP - 14.out.2009

    Cerca de 10 mil casais participam de casamento coletivo em Asan, na Coreia do Sul, em outubro passado. Presentear em dinheiro para ajudar os amigos a custearem as despesas de casamento
    ou dos enterros é um velho costume no país.
    Mas nos últimos meses, o costume tem sido considerado desperdício de dinheiro, e às vezes
    até um incentivo à compra de votos e ao suborno


UOL Cursos Online

Todos os cursos