Exclusivo para assinantes UOL

Brigas entre Irã e Israel podem impulsionar primeira guerra radiológica

Bennett Ramberg

  • Jim Hollander/Reuters - 6.ago.2000

    Israel não abre as instalações da usina de Dimona para inspeções internacionais e mantém silêncio total sobre seu programa nuclear

    Israel não abre as instalações da usina de Dimona para inspeções internacionais e mantém silêncio total sobre seu programa nuclear

"Qualquer um que pense em atacar o Irã deve estar preparado para duros golpes e punhos de ferro". Essa foi a declaração do líder supremo, aiatolá Ali Khamenei, no dia 10 de novembro, em resposta aos informes que Israel poderia atacar as usinas nucleares do Irã. O risco de contra-ataques, contudo, levanta um fantasma que poucos reconhecem: a primeira guerra radiológica da história.

UOL Cursos Online

Todos os cursos