Exclusivo para assinantes UOL

Uma nômade moderna encontra o seu canal de expressão na literatura

Abdalla F. Hassan

A escritora egípcia Miral al-Tahawy retirou-se do cenário literário e cultural em 2005 e, aos 37 anos de idade, retornou à sua pequena cidade natal no delta do Rio Nilo. Durante mais de dois anos, ela dormiu no mesmo quarto que ocupou quando era criança e cuidou da sua mãe que sofria de câncer. Durante aquele período, ela retomou contatos com irmãos, conhecidos, amigos de infância e redescobriu a sua raiz cultural de beduína árabe, da qual ela se orgulha.

UOL Cursos Online

Todos os cursos