UOL Mídia GlobalUOL Mídia Global
UOL BUSCA

RECEBA O BOLETIM
UOL MÍDIA GLOBAL


02/08/2008
No Paraguai, o antigo "bispo vermelho" obtém uma dispensa do papa para tornar-se presidente

Christine Legrand
No Paraguai


Dom Fernando Lugo, o primeiro bispo a ser eleito chefe de Estado em toda a história, recebeu uma dispensa histórica do papa Bento 16, que lhe permitirá exercer a presidência do Paraguai. Ele assumirá suas funções em 15 de agosto.

"O Santo Padre concedeu-lhe a perda do estado clerical, junto com todas as obrigações que correspondem a este estatuto", anunciou, em 30 de julho, Dom Orlando Antonini, o representante da Santa Sé, em Assunção. "O Vaticano já concedeu o estado laico a muitos padres, mas esta é historicamente a primeira vez que ele o faz para com um membro da hierarquia eclesiástica", explicou.

Apelidado de "o bispo vermelho", Fernando Lugo, 57 anos, foi eleito em 20 de abril, uma vitória que encerrou uma hegemonia de 61 anos do Partido Colorado (conservador). Este havia governado o país tanto durante a ditadura do general Alfredo Stroessner (1954-1989) quanto nos períodos de democracia.

Fernando Lugo, que era bispo da diocese de San Pedro, a mais pobre do país, fora obrigado a renunciar ao seu ministério em 2006, para se dedicar à política. Esta decisão lhe valera uma suspensão "a divinis" pelo Vaticano, uma expressão latina que significa, segundo o Código de Direito Canônico, que o sacerdote tinha por obrigação "continuar cumprindo os deveres inerentes ao seu cargo, embora fosse suspenso do ministério sagrado".

Assim, mesmo que ele não pudesse mais exercer seu ministério, Dom Lugo continuava sendo bispo, num país onde a Constituição proíbe que todo ministro, de qualquer religião, exerça a presidência.

"Após ter tentado dissuadir Dom Lugo de se candidatar à presidência da República, a Santa Sé o suspendeu das suas funções sacerdotais", relembrou Dom Antonini.

Este último não excluiu uma eventual reintegração futura de Fernando Lugo na hierarquia da Igreja, quando este tiver concluído seu mandato de cinco anos, caso ele formular tal pedido. "Neste caso, a questão deverá ser novamente examinada", acrescentou o representante da Santa Sé.

Guinada à esquerda

"Eu gostaria de agradecer sinceramente a Sua Santidade por uma decisão que, para ela, não deve ter sido fácil de tomar, porque ela não tem nenhum precedente na Igreja Católica", declarou Fernando Lugo. Visivelmente emocionado, ele acrescentou que Bento 16 havia dado mostras "de um grande amor pelo Paraguai", onde a maioria da população é católica.

Várias organizações cristãs andaram criticando o novo presidente eleito. A sua queixa principal diz respeito à vontade de Lugo de nomear para o governo, colaboradores não católicos e até mesmo partidários do aborto.

A vitória do "bispo dos pobres" no Paraguai veio consolidar a guinada à esquerda da América Latina. Um adepto da "teologia da libertação", Fernando Lugo deve a sua popularidade às suas ações em defesa dos camponeses sem-terra. Em favor destes últimos, ele fundou o movimento popular Tekojoja (palavra que significa "igualdade" em guarani, que é uma língua oficial do país ao mesmo tempo que o espanhol).

Contudo, ele foi eleito à frente de uma coalizão heterogênea, a Aliança Patriótica para a Mudança (APC), que reagrupou diversos partidos e movimentos de esquerda, do mundo camponês, indígena e sindical, além do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), que até então havia sido um aliado tradicional da oligarquia.

Contudo, o futuro presidente não poderá contar com a maioria no Parlamento. Fernando Lugo, que diz ser um aliado do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, prometeu realizar uma reforma agrária, empenhar-se na luta contra a corrupção e favorecer o nacionalismo no plano econômico.

Mais da metade dos seis milhões de paraguaios vive atualmente em situação de pobreza. O Prêmio Nobel de economia, o americano Joseph Stiglitz, anunciou que ele viajaria nos próximos dias para Assunção, onde ele se dispõe a aconselhar "gratuitamente" o futuro presidente do Paraguai.

Tradução: Jean-Yves de Neufville

ÍNDICE DE NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA





Shopping UOL

Gravadores Externosde DVD a partir
de R$ 255,00
Câmera Sony6MP a partir
de R$ 498,00
TVs 29 polegadas:Encontre modelos
a partir de R$ 699