UOL Notícias Internacional
 

22/10/2008

A guerra na Geórgia já entra no museu em Moscou

Le Monde
Marie Jégo
Em Moscou (Rússia)
Colheres de plástico, balinhas da Turquia, alguns fuzis de combate M4 americanos, batizados de "troféus de guerra", estão expostos há dois meses no Museu das Forças Armadas Russas, em Moscou, para ilustrar a guerra russo-georgiana do mês de agosto.

Intitulada "Cáucaso: cinco dias em agosto", a exposição destina-se a demonstrar o suposto envolvimento dos Estados Unidos e da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) no conflito. Ela ocupa uma sala do museu militar, uma construção neoclássica soviética com o seu mármore cinza e o seu mosaico gigante de dominante vermelha, elaborado dentro do mais puro estilo realista socialista.

Neste dia da semana, o museu está sendo visitado por alunos das escolas militares e por algumas famílias com crianças. Parada diante da vitrine que recapitula a ajuda militar estrangeira ao inimigo georgiano, uma avó faz uma série de perguntas ao seu neto: "Então, Sacha, me diz, qual foi o país que ajudou militarmente a Geórgia?". "Os Estados Unidos", responde a criança. "Bravo! Você entendeu tudo", comemora a idosa. Então, uma moça que trabalha na segurança da exposição se sente obrigada a intervir: "Os americanos não foram os únicos. Também participaram os turcos, os israelenses, os búlgaros e os ucranianos".

Dentro da vitrine, o material militar utilizado pelo exército georgiano é apresentado nos seus menores detalhes: o transporte das tropas efetuado com blindados RN 94 de fabricação turca, drones (aviões não-tripulados de observação) israelenses, sistemas de comunicação franceses, tanques T 72 e T 55 de fabricação soviética, porém modernizados recentemente pela Ucrânia e pela República Tcheca, além de mísseis ucranianos.

A menção feita à Ucrânia nesta lista deixa a vigia do museu muito contrariada. "Quando penso que antes, nós vivíamos juntos como irmãos! E agora, eles fornecem as armas para nos matar. Mas, o que foi que nós fizemos para merecer isso?", pergunta, tomada uma intensa emoção. Para ela, duas pessoas estão na origem desta "traição": os presidentes ucraniano Viktor Iutchenko e georgiano Mikheil Saakachvili, ao lado dos quais "Hitler não passava de um amador".

A exposição exalta a coragem do 58º exército russo e dos seus supletivos tchetchenos e ossetas. As fotografias estão no limite do suportável. Nelas são vistos os ferimentos sanguinolentos dos soldados, além de cadáveres que estão queimando. Uma série de fotos mostra os corpos de soldados georgianos espalhados por todo lado numa floresta osseta. "O inimigo foi detido", diz a legenda.

Um pouco mais adiante, figuram diversos depoimentos escritos por ossetas do sul, testemunhas da agressão georgiana contra Tskhinvali, a capital da região separatista disputada entre a Rússia e a Geórgia. Um deles, Sarmat Khubulov, garante ter visto "negros" combaterem nas fileiras das tropas georgianas. Para escorar sua afirmação, uma fotografia mostra um soldado georgiano cumprimentando com um abraço, manifestamente muitos anos antes desta guerra, um soldado negro americano. Este "troféu" foi encontrado dentro da mochila de um soldado da infantaria georgiana.

Dois jovens rapazes de uniforme estão absorvidos na contemplação de uma vitrine intitulada "rações alimentícias da Otan", dentro da qual potes de geléia, balinhas e chicletes de fabricação turca estão expostos. Acenando com a mão, um deles aponta saquinhos de plástico que teriam contido as rações - com dois cardápios diferentes a escolher - destinadas ao exército georgiano. Enquanto isso, o outro fica extasiado diante dos talheres de inox de fabricação americana. No exército russo, os talheres são de alumínio e o cardápio é o mesmo para todo mundo. A sua empolgação dura alguns minutos apenas: "Tudo isso não os ajudou; afinal, nós os vencemos", conclui este último. Jean-Yves de Neufville

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h39

    0,26
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h40

    -0,36
    75.118,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host