UOL Notícias Internacional
 

21/04/2009

Rubina, a estrela de "Quem quer ser um milionário", está à venda?

Le Monde
Marc Roche Correspondente em Londres
Um pouco de cinema indiano à la Bollywood, uma pitada de Dickens e de Cinderela para a trama. Uma favela de Mumbai, o destino de crianças de rua, a cobiça e os ardis. Um pai horrível e sua filha de 9 anos, estrela do filme de Danny Boyle que levou oito estatuetas do Oscar em fevereiro, em Los Angeles. Um jornalista investigativo especialista em manipulações. Mexa bem, bata no liquidificador do "News of the World" - tabloide semanal britânico, com tiragem de 3,5 milhões de exemplares - e você tem a matéria de capa de 19 de abril: "A estrela de 'Quem quer ser um milionário' está à venda!"

Rafiq Qureshi, o pai de Rubina Ali, a heroína do filme, deveria ter desconfiado. Um xeique árabe de óculos escuros, agindo como intermediário de uma família rica de Dubai disposta a adotar sua filha pagando dinheiro vivo, e fazendo-o vislumbrar uma vida melhor... só poderia ser o famoso paparazzo Mazher Mahmood, o repórter-celebridade do "News of the World". Segundo a publicação, o pai de Rubina estava disposto a oferecer sua filha para adoção por 200 mil libras (cerca de R$ 650 mil). "Não recebemos um centavo por esse filme... só 150 mil rúpias (cerca de R$ 6.700) em vez da casa que nos prometeram", teria se queixado Rafiq Qureishi, ao falso xeique.

Em nenhum momento o pai perguntou a seu interlocutor sobre a família candidata à adoção, segundo a revista, chegando a afirmar que a mãe, de quem ele se divorciou há 7 anos, não tem nenhum direito sobre sua decisão. O jornal sugere que o pai teria ficado furioso com o fato de os produtores do filme terem criado um fundo para garantir o futuro da menina, em vez de lhe pagar os royalties que ele esperava.

O "News of the World" publicou as fotos do encontro em um hotel de Mumbai e até um vídeo, mas Rafiq Qureshi não admite. Na imprensa indiana, ele nega absolutamente tudo. "Tudo isso é infundado", ele declarou ao "Times of India".

A djellaba é o disfarce preferido do chefe de reportagem do jornal que mais vende no país. Sem escrúpulos, mestre na arte de manusear o talão de cheques de seu patrão, Rupert Murdoch, Mahzer Mahmood pegou em armadilhas membros da família real da Inglaterra e personalidades do esporte e da política. Depois de seu novo "furo", a ONG Save the Children, organização de defesa dos direitos da criança, alertou o governo indiano. Será que Danny Boyle vai tirar do "News of the World" o roteiro de um "Quem quer ser um milionário 2"?

Tradução: Lana Lim

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h50

    0,79
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h59

    -1,25
    74.443,98
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host