UOL Notícias Internacional
 

15/04/2010

O casamento que incendeia a Índia e o Paquistão

Le Monde
Julien Bouissou
Em Nova Déli (Índia)
  • Mesmo com polêmica, o jogador paquistanês de críquete Shoaib Malik e a tenista indiana Sania Mirza se casam

    Mesmo com polêmica, o jogador paquistanês de críquete Shoaib Malik e a tenista indiana Sania Mirza se casam

Sua história de amor teve tantas reviravoltas que poderia ter sido imaginada por um roteirista de Bollywood. Ela é indiana, ele é paquistanês. Ambos são astros do esporte em seus países. Consagrada melhor tenista indiana, Sania Mirza está longe de ser conformista. “Não são as garotas sensatas e bem criadas que fazem a História”, ostentava ela em sua camiseta há alguns meses. Em fevereiro, eis que ela anuncia seu casamento com Shoaib Malik, ex-capitão de críquete do Paquistão, relutantemente: “Acho que vamos nos casar. Mas não veja aqui nenhuma afirmação política”. São sempre duas famílias que se unem em um casamento, dizem na Índia. Com a notícia do casamento de Sania Mirza e Shoaib Malik, alguns temem que a índia e o Paquistão, dois irmãos inimigos, façam juras de amor e fidelidade. “Sania deixará de ser indiana. Se seu coração fosse indiano, não bateria por um paquistanês”, diz Bal Thackeray, uma figura do extremismo hindu. Manifestantes saíram às ruas da Índia e queimaram uma imagem da tenista.

No entanto, muitos filmes de Bollywood retrataram casais indo-paquistaneses. “Mas o homem é sempre indiano, e a mulher paquistanesa. Duvido que esses filmes possam ter o mesmo sucesso com os gêneros invertidos”, escreveu Amber Rahim Shamsi em um blog do jornal paquistanês “Dawn”. Esse era só o começo da história. Alguns dias depois da chegada de Shoaib Malik a Hyderabad, no início de abril, a polícia confiscou seu passaporte: uma outra indiana, Ayesha Siddiqui, alegava ser a esposa do jogador de críquete e acabara de prestar queixa.

A polêmica cresceu. As cadeias de televisão só falavam desse escândalo. Ayesha Siddiqui explicou que havia se casado por telefone com Shoaib Malik. Este último contesta a validade do casamento, já que ele nunca a havia encontrado, e além disso alegava ter sido enganado por fotos adulteradas.

No final o jovem atleta paquistanês foi obrigado a reconhecer o tal casamento... para poder se divorciar e se casar novamente. Shoaib Malik e Sania Mirza se uniram, para o bem ou para o mal, na segunda-feira (12). O presidente da Federação de Tênis do Paquistão, Dilawar Abbas, espera que um dia Sania Mirza jogue pelo seu país, pois “na Ásia as mulheres costumam seguir o marido”. No entanto o casal ainda não anunciou onde irá viver. Provavelmente em território neutro, como em Dubai.

“Para quê procurar um marido no Paquistão, sendo que há mais de um bilhão deles na Índia?”, se pergunta Pramod Muthalik, outro líder extremista hindu. Certamente porque nos filmes de Bollywood, as histórias de amor mais bonitas são sempre complicadas. Ainda mais que o amor de Sania Mirza tem um preço. O dos patrocinadores, que não renovaram seus contratos.

Tradução: Lana Lim

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host