Exclusivo para assinantes UOL

Crise na Tailândia é sintoma do fim de um reinado

Rémy Ourdan

Enviado especial a Bancoc

  • Reuters

    Tropa de choque da polícia tailandesa atira contra "camisas vermelhas" em Bancoc, durante manifestação na semana passada. Acordo com governo colocou fim aos protestos no país

    Tropa de choque da polícia tailandesa atira contra "camisas vermelhas" em Bancoc, durante manifestação na semana passada. Acordo com governo colocou fim aos protestos no país

A Tailândia ganhou uma certeza: a crise provocada pelo movimento antigovernamental dos "camisas vermelhas" marca um ponto de virada na vida do reino. Uma virada em um ciclo político iniciado em 2006 com a derrubada por um golpe militar de Thaksin Shinawatra - o único primeiro-ministro tailandês a ter concluído um primeiro mandato e ter sido reeleito - e que terminará com a morte do rei Bhumibol Adulyadej, o mais antigo soberano do planeta, com 82 anos, dos quais 64 de reinado. A Tailândia entrará então na era de todas as incertezas.

UOL Cursos Online

Todos os cursos