Exclusivo para assinantes UOL

A guerra dos generais no estado-maior israelense

Benjamin Barthe

  • AFP

    O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, presta depoimento sobre a ação de seu país contra uma frota humanitária que se dirigia a Gaza

    O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, presta depoimento sobre a ação de seu país contra uma frota humanitária que se dirigia a Gaza

“Um terremoto moral”. Nada menos que isso. Foi a expressão usada, no domingo (8), pelo “Yediot Ahronot”, o jornal mais lido de Israel, para descrever a última notícia que tem constrangido o exército. Do que se trata? Da destruição do vilarejo beduíno de Al-Farasiya, no vale do Jordão, que transformou uma centena de pacíficos camponeses em sem-teto? Do fato de que o ministério da Defesa e a Suprema Corte proibiram uma jovem habitante de Gaza de ir estudar direitos humanos na Cisjordânia?

UOL Cursos Online

Todos os cursos