PUBLICIDADE
Topo

No sul da Itália, um vilarejo abandonado recomeça a vida acolhendo imigrantes

Navio do Departamento de Imigração da Itália escolta barcao cheio de imigrantes tunisianos ilegais no porto da ilha de Lampedusa. Os tunisianos serão transferidos para abrigos temporários  - Roberto Salomone/AFP
Navio do Departamento de Imigração da Itália escolta barcao cheio de imigrantes tunisianos ilegais no porto da ilha de Lampedusa. Os tunisianos serão transferidos para abrigos temporários Imagem: Roberto Salomone/AFP
Exclusivo para assinantes UOL

Salvatore Aloïse

Enviado especial a Riace (Itália)

27/04/2011 00h02

Em 1998, o vilarejo de Riace abriu suas portas, e ali migrantes fincaram raízes

Ele é chamado de “vilarejo dos migrantes”. Quando se chega à pequena praça de Riace, esse vilarejo dos confins d...