Exclusivo para assinantes UOL

Debate sobre jihad globalizada gera divisões ideológicas cada vez mais profundas

Nicolas Truong

  • Stephane Mahe/Reuters

Em janeiro de 2015, a França ficou devastada, mas ela era “Charlie”. E as manifestações de 11 de janeiro haviam consolidado esse momento histórico onde direita e esquerda, Paris e interior se uniram pela defesa das liberdades, a ponto de o historiador Jacques Julliard detectar ali um “Maio de 68 da sensibilidade”.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos