Exclusivo para assinantes UOL

Briga de 'galos' entre grandes comandantes da polícia de Nova York

Stéphane Lauer

Quando Bill Bratton foi nomeado chefe da polícia de Nova York, em janeiro de 2014, seu antecessor, Raymond Kelly, lhe deixara uma garrafa de champanhe acompanhada de uma mensagem na qual desejava um bom ano e boa sorte. Dois anos mais tarde, as relações entre os dois homens que, durante 25 anos, se revezaram no comando da mais importante força policial do país, se deterioraram consideravelmente. Há alguns dias, Kelly acusou Bratton de distorcer números com o intuito de maquiar os índices de criminalidade em Nova York, e desde então os insultos não pararam mais.

UOL Cursos Online

Todos os cursos