Exclusivo para assinantes UOL

Análise: Seria a natureza um bem comercial na França?

Audrey Garric

  • AP

Mais uma vez o lobo divide a França. No sábado (16), 2.500 pessoas protestaram em Lyon, onde essa delicada e política questão é administrada em nível nacional. O motivo do descontentamento desses defensores do meio ambiente, da fauna selvagem e do direito dos animais, os “eco-chatos”, como são chamados pelos criadores e caçadores, é o aumento do número de abates do grande canídeo.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos