Exclusivo para assinantes UOL

Contradições e paradoxos convivem lado a lado em um Irã tradicional e moderno

Fariba Hachtroudi

A iraniana Farzaneh não esconde a relação livre que tem com seu namorado. A hipocrisia do chamado casamento temporário, contrato de casamento religioso que vai de uma hora até 99 anos, a enoja. Ela é fiel mas não praticante, e não acredita no mesmo Deus de seus pais. Se a milícia dos costumes, discreta desde a eleição do presidente Hassan Rohani em junho de 2013, aparecesse em sua casa, ela lhes citaria o Corão: “A união é um assunto do casal perante Deus, que o abençoa”.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos