UOL Notícias Internacional
 

29/10/2002

Prefeito transforma colina em 'ninho do amor' para aumentar natalidade na cidade

The New York Times
Ian Fisher
The New York Times
Em Horea (Romênia)

Há duas explicações para o nome curioso da colina que se eleva acima da aldeia de Horea, na Transilvânia: Dambu Lui Gaf, ou "colina do ofego".

A explicação prosaica é que os escaladores ficam sem fôlego quando chegam ao topo. Mas ela é um pouco maçante para Corneliu Olar, o grande e irreprimível prefeito showman de Horea, que prefere a lenda local que os aldeões lhe contaram no ano passado.

"Um dos idosos me disse: 'Sabe, sr. prefeito, é porque não há mulher que já tenha escapado desta colina sem fazer sexo'", ele lembrou.

Olar, um viúvo de 43 anos, disse que não conseguiu dormir naquela noite, pois queria criar "algo para os amantes" naquele ponto secular do amor. "Enquanto estava na cama eu podia ver a colina diante dos meus olhos", disse ele. "Eu queria fazer algo realmente maravilhoso".

O que ele fez não seria aprovado pela maioria das câmaras municipais. Mas o contexto é importante: Olar, em seis anos como prefeito popular, é um homem sonhador e ocupado que vê um problema e o conserta. A aldeia tinha ruas ruins, por exemplo, então o próprio Olar subiu em um trator.

Neste caso, ele estava preocupado com a taxa de natalidade local que, assim como em muitos locais do Leste Europeu, caiu acentuadamente. Assim, no topo da colina do ofego, Olar construiu um local adorável, isolado, para conceber mais crianças.

"Isto é um Viagra natural!" disse ele na sua criação, que dá vista para Horea, sua nova igreja branca, colinas verdes e riachos de trutas que reluzem quando a neblina se dissipa. "É um local de poderes milagrosos".

Em uma recente manhã de outono de cores vermelhas e douradas, ele subiu a pé a colina "ligeiramente ofegante" para uma visita. Sua filha de 15 anos, Iulia, foi junto. Ela estava ao mesmo tempo achando graça e horrorizada: o pai dela estava discutindo sexo.

A idéia geral é esta: sob a orientação geral de Olar no ano passado, os muitos carpinteiros de Horea "esta é uma cidade de carpintaria" construíram uma série de estruturas dedicadas ao tema do amor. Um arco que sai da via principal apresenta entalhado um homem de joelhos segurando um anel e uma mulher suspirando um "Sim!" Uma inscrição em romeno diz: "Corações em brasa".

"Este é o Guarda-sol da Juventude Eterna", disse Olar, sentado à uma mesa com cadeiras rústicas entalhadas em troncos, protegida por um guarda-sol. "Quando todas as luzes estão acesas é um bocado íntimo".

Ele mostrou uma churrasqueira para preparo de comida. Ele mexeu em um toca-fitas montado em uma árvore para contribuir com música. Ele sorriu orgulhosamente do detalhe que lhe causou mais problemas juntos aos aldeões: uma fonte em forma de coração decorada com um pênis de madeira. Mais de uma vez, Iulia virou os olhos e os cobriu.

"Aquele local ali é o 'Ponto da Felicidade'", disse ele. Lá, cercado modestamente por uma dúzia de pinheiros, se encontrava uma gramado suave do tamanho de uma cama.

"É camuflada e natural", disse Olar, de pé no meio dela. Iulia corou.

Verdade seja dita, não está claro o quanto Olar realmente espera que a colina do ofego reverterá o declínio demográfico da cidade. Isto mais parece um elemento excêntrico do plano mais amplo de Olar de tornar a remota Horea "famosa na Romênia como lar de um herói camponês do século 18" em local novamente vibrante, ou até mesmo uma atração turística.

Após um acentuado declínio da população nos anos 80, ele trouxe estradas e telefones, e empregos por meio de sua carpintaria e café. A aldeia está construindo uma nova sede para a prefeitura com um gabinete oval para o homem conhecido, pelo seu tamanho, entusiasmo e tagarelice, como o "Bill Clinton das Montanhas Apuseni".

A taxa de natalidade tem sido uma grande preocupação em seus dois mandatos. Ele levantou recursos para os pais pobres com muitos filhos. Vários anos atrás ele construiu um albergue para os jovens estudantes permanecerem durante a semana, para que não tivessem que viajar grandes distâncias até suas casas em meio à neve. Como juiz de paz, ele ensina os recém-casados sobre a necessidade de povoar a aldeia.

"Eu digo para eles: 'Não sigam meu exemplo, pois só tive dois filhos'", disse ele.

É difícil dizer exatamente quanto ele já conseguiu, mas a população da aldeia aumentou ligeiramente nos últimos anos, para 2.300. Agora Horea está construindo um novo jardim de infância enquanto outras aldeias estão fechando escolas. Um diretor, Peter Mates, 52 anos, disse que sua escola tem 100 novas crianças neste ano, algo que ele credita em parte a Olar.

"Ele estimula as jovens famílias a terem filhos", disse Mates. E como muitos nesta aldeia, Mates está surpreso com a energia de seu prefeito.

"Sua esposa morreu cedo", disse Mates. Seis anos atrás a esposa de Olar, Daniela, foi diagnosticada com câncer, e ela morreu dois meses depois. "Esta é uma explicação para ele ser tão dedicado", disse Mates. "Ele está ocupando seu tempo com algo útil".

Horea parece disposta a acompanhá-lo. No topo da colina do ofego, Valeria Todea, 66 anos, que é proprietária do terreno, estava à procura de uma vaca perdida quando encontrou Olar e sua filha.

Ela disse que gostou do novo lugar, onde os adolescentes passam os fins de semana "apesar de não o manterem limpo, ela se queixou" e a cidade celebra festivais, como a celebração anual da carpintaria.

Mas, ela acrescentou, Olar pode ter exagerado o antigo papel da colina como local de amor onde, segundo a lenda, os casais descansavam amorosamente em noites de verões preguiçosos, após levarem o milho para um moinho próximo.

"Talvez não fosse bem assim", disse ela. "Não tinha uma cama como a que o prefeito criou aqui". Olar perguntou a ela: "Você vinha aqui quando era jovem?"

Todea se agachou para pegar uma pedra, mas se conteve.

"Era perto demais da minha casa", ela admitiu. "Eu seria pega pelo meu marido".

Tradução: George El Khouri Andolfato Romênia

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,38
    3,156
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,41
    65.277,38
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host