UOL Notícias Internacional
 

19/10/2004

Pesquisas dos EUA não informam com precisão

The New York Times
Jim Rutenberg

Em Washington
Os índices:

  • Bush abre oito pontos de vantagem, aponta Gallup
  • Pesquisa NYT-CBS dá empate entre Bush e Kerry

    Quem vencerá a eleição? Depende do pesquisador. O presidente Bush está à frente do senador John Kerry por uma margem de oito pontos percentuais entre os prováveis eleitores, segundo a mais recente pesquisa Gallup, "USA Today" e CNN.

    Mas espere: a vantagem do presidente Bush é de apenas três pontos percentuais na mais recente pesquisa ABC News e "The Washington Post", apesar da margem de erro ser de três pontos percentuais.

    Mas não tão depressa: a disputa está na verdade empatada, segundo a mais recente pesquisa The New York Times/CBS News. E a nova pesquisa da revista "Time" diz praticamente o mesmo. Mas apesar de suas manchetes divergirem, os resultados de fato destas pesquisas podem não ser tão diferentes.

    As conclusões refletem como diferentes pesquisadores utilizam as fórmulas complexas para interpretar resultados semelhantes entre eleitores registrados, para tentar chegar ao resultado que consideram ser o que melhor reflete quem de fato comparecerá às urnas.

    As interpretações diferentes têm atraído uma ladainha de recriminações de pessoas de ambos os partidos. Estrategistas de campanha estão questionando tudo, da motivação política dos pesquisadores e suas metodologias até se pesquisas precisas podem ser feitas em uma era de celulares que não podem ser contatados e sistemas de identificação que permitem o não atendimento de números desconhecidos.

    Mas os pesquisadores, que insistem ter as melhores intenções, dizem que as diferenças nas pesquisas apenas acentuam as dificuldades neste ano em identificar quem irá votar, uma tarefa difícil em um momento de interesse incomumente alto do eleitor e alto número de registro de novos eleitores. E a forma como os pesquisadores levam isto em consideração, eles dizem, faz toda a diferença em como os resultados serão apresentados na televisão e nos jornais.

    Cinco pesquisas diferentes realizadas entre 13 e 17 de outubro encontraram resultados semelhantes entre os eleitores registrados. Kerry recebeu apoio de algo entre 45% e 47% dos pesquisados; Bush recebeu entre 46% e 49%.

    Tais pesquisas, todas com margem de erro de três a quatro pontos percentuais para mais ou para menos, mostraram que a corrida está empatada entre os eleitores registrados, ou com Bush à frente por uma margem de um a três pontos --de toda forma um empate estatístico.

    Mas quando a revista "Newsweek", por exemplo, olhou não para os eleitores registrados, mas para os "eleitores prováveis", a vantagem de Bush cresceu de apenas dois pontos percentuais para seis --dentro da margem de erro da pesquisa. De forma semelhante, quando a Organização Gallup aplicou sua fórmula, a vantagem de três pontos percentuais de Bush entre os eleitores registrados cresceu para oito pontos entre os "eleitores prováveis".

    Com uma margem de erro de quatro pontos percentuais nas intenções de voto de cada candidato, mesmo esta vantagem aparentemente maior entre os eleitores prováveis está no limite da margem de erro da pesquisa.

    Os pesquisadores disseram que precisam olhar mais atentamente para os eleitores prováveis porque um grande percentual dos eleitores registrados não comparece para votar no dia da eleição. Em 2000, por exemplo, mais de 30% dos eleitores registrados não votaram, segundo dados da Comissão Eleitoral Federal.

    Mas os pesquisadores reconheceram que o processo de peneirar exige mais arte que ciência. "A ciência é aplicada e depois o pesquisador precisa exercitar seu juízo para definir os eleitores prováveis", disse Nancy Belden, chefe da Associação para Pesquisa de Opinião Pública da América.

    "E cada organização de pesquisa pode definir um eleitor provável de forma ligeiramente diferente, ou em alguns casos, mais do que ligeiramente diferente do que outras organizações de pesquisa." Margem de erro é alta; cálculos não podem revelar quem vai votar George El Khouri Andolfato
  • Siga UOL Notícias

    Tempo

    No Brasil
    No exterior

    Trânsito

    Cotações

  • Dólar comercial

    13h59

    -0,37
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h02

    -0,12
    65.196,83
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host